Jornalista cala diretor de autarquia de Cachoeiro-ES em audiência pública


 

O jornalista Jackson Rangel, da Editora Leia, participou da audiência pública realizada pela Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim e questionou a reputação moral do diretor-presidente da Agência Reguladora de Água e Esgoto do Município, Luiz Carlos de Olivieira.

A participação popular se devia ao debate sobre a prorrogação do mandato do diretor, ultrapassando em dois anos ao do atual prefeito Carlos Casteglione (PT) e ampliano os poderes da denominada Agersa, em estruta de Secretaria, ao custo de r$ 50 mil mensais na criação de mais cargos.

O presidente da Agersa se recusou a responder se era presidente do Sindicato de Saúde do sul do ES e se era , ainda, funcionário da Santa Casa de Misericórdia. A intenção do jonrnalista ao questionar o diretor era para mostrar , além de acúmulo de funções, que o projeto de superpoderes para aquele órgão era imoral e objetiva fazer caixa dois para campanha eleitoral de 2012.

Os representantes do MInistério Público e da OAB também consideraram obscuros o projeto de ampliação de poder da Agersa e da prorrogação do mandato do diretor!

Publicado por

Jackson Rangel

Jackson Rangel Vieira é Jornalista investigativo, analítico e opinativo no Espírito Santo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.