Augusto Nunes ridiculariza Russomano por causa de Igreja


Não tenho a mínima simpatia pelo deputado Celso Russomano (PRP), candidato a prefeito de São Paulo, mas ele está sendo ridicularizado por jornalista da grande Imprensa porque declarou que , se eleito, prefere “regularizar as igrejas, aos invés de fechá-las”. Completou: “quem está na Igreja não pratica crimes”.

Logo, o jornalista Augusto Nunes,colunista da Revista Veja, expandiu o “regularizar” como  permissividade para funcionamentos dessas instituições de modo “irregular”. Isto é deturpar! O raciocínio de Russomano está correto. Melhor não dificultar aberturas de Igrejas do que fechá-las. Oras, boates e bares brotam em profusão, contribuindo com o alcoolismo e o incentivo à criminalidade, a maioria dessas agências sem nenhuma fiscalização. Dois pesos e duas medidas.

O colega não deveria subtrair um texto e jogá-lo fora de contexto, aleijando uma idéia mais digna do que muitas por ai vomitadas pode demais candidatos a prefeito.

Fique claro, não estou avalizando o caráter e nem o candidato paulista. Estou, simplesmente, defendendo uma idéia por ele verbalizada.

Link de Augusto Nunes: http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/sanatorio-geral/religiosidade-e-isso/

Publicado por

Jackson Rangel

Jackson Rangel Vieira é Jornalista investigativo, analítico e opinativo no Espírito Santo.

Um comentário em “Augusto Nunes ridiculariza Russomano por causa de Igreja

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.