O Casamento Não É Sagrado (I)


*Por Jackson Rangel Vieira

 

Direto ao tema: o casamento não é um sacramento. A Igreja o instituiu indissolúvel a partir do Concílio de Trento, da Igreja Católica, realizado de 1545 a 1563, depois de esta instituição passar por muitas fases na história da união entre o homem e a mulher.

Quando Deus criou Adão e Eva foi no Édem, casal sem pecado (GÊNESIs cap.3:20). Após desobedência, e a expusão do cônjunge, nova forma de família se estabeleceria para povoar a terra, com acasalamento entre si:  irmãos, primos, sobrinhos e parênteses, durante longas datas(GÊNESIS cap. 4:19).

Em seguida, a poligamia, ou seja, um homem e duas ou mais mulheres, foi predominante (GÊNESIS  cap. 21:12) na cultura do povo hebreu e chegou à transinção para o povo de Israel (I REIS cap. 11:3). Não consta repreensão de Deus sobre os formatos de famílias e o “amor” que os sustentava.

 A Igreja, depois, após o advento do no Novo Testamento, focou sua doutrina – não a da Bíblia – sobre o combate ao divórcio, permitido por Moiséis (MATEUS  (cap. 19:7), de modo condicional, mas o uso e costume deformou o objetivo inicial para extravagâncias vulgares de dispensa da esposa para substituição de outras. Sem, determinação de limite e motivo.

Jesus Cristo, somente quando provocado sobre este assunto sociail, estabeleceu que o divórcio não era a melhor solução. Pregou a dissolução somente em caso de prostituição (MATEUS  cap. 5:32 ) por um das partes do casal, ficando a vítima à vontade para novamente se casar com outro. Hoje em dia, Jesus, por certo, incluiria violência doméstica ou qualquer outra agressão a um dos pares para a separação.

A fala do Filho do Homem foi direcionada ao judeu (a palavra era para o judeu e não para os gentios) sobre os efeitos de novo casamento, sem não antes estabelecer que até em pesamento se cometia adultério (MATEUS  cap. 5:28 ), lei espiritual, válida para a mulher e para o homem. Quantas vezes você já adulterou nos termos do Messias?

Mas, Jesus Cristo se importava com a felicidade holística da humanidade. Casamento era parte dessa preocupação, contudo nada a ver como premordial para a construção anunciada do seu Reino. Exemplo clássico foi o contato questionado do Messias com a mulher Samaritana (João 4: 17-18), casada por cinco vezes e em laço de concumbinato com o sexto.

A sua condição não interveriu na mensagem da salvação pelos lábios samaritanos de uma ímpia que creu e , ainda, foi e pregou para a sua aldeia, (João 4:39) salvando a muitos, talvez, até casais no formato dela. Jesus não pediu que ela deixasse o companheiro, antes adorasse a Deus em espírito e em verdade (João4:24).

Em síntese, para concluir esta corrente de pensamento, Jesus se deparou com os saduceus, uma parte da Igreja da época que não acreditava em anjos e nem em céu, como muitos nos dias de hoje. Eles perguntar: “pela lei de levirato (casamento subsequentes de uma mulher, viúva, com vários irmãos), em caso de casar sete vezes, morrendo todos, com quais dos maridos ela ficaria! Então, o Mestre respondeu: “Errais não conhecedo as Escrituras, porque no céu não se casa e nem se dá em casamento”, logo, ela não se juntaria por escolha com nenhum dos seus cônjuges ( Lucas 20:35).

Ora, se somente o amor prevalece entre a fé a esperança no mundo espiritual vindouro (I Corintios 13:13),  se não desconhecer que este amor não tem interligação coma  afetividade e nem com eros, mas somente Ágape, oriundo do próprio Deus. E que o casamento não tem serventia no Céu.

Porém, a Igreja de hoje prega campanhas em favor da família, discrimiando as samaritanas e do pai só com filhos; da mãe com filhos; dos bastardos com sua prole. Uma hipocrisia bestial, sem dizer a rejeição desses convertidos no serviço do Senhor. Falta mensagem para os casais recasados, divorciados e juntados e igualá-los ao casamento único.

Sobre família homoafetiva, esta não existe na criação de Deus em nenhuma linha do tempo (I Corintios 6:9), antes condenada em toda a história, até porque não é possível a reconstrução da humanidade, caso fosse necessária, por meio de mulher com mulher ou só homem com homem, como foi entre Adão e Eva.

O Corpo de Cristo carece, urgentemente, de mensagens salvíficas para as famílias em todas as suas formas, destruídas, reconstruídas e intactas, sem omitir a salvação que não faz acepção de pessoas. Mensagem difícil e dura para a Igreja com seus usos e costumes, dogmas e doutrinas. Jesus Criisto está acima de tudo isto!

 

*Jackson Rangel Vieira é evangelista presidente do Ministério IDE

Publicado por

Jackson Rangel

Jackson Rangel Vieira, brasileiro, natural de Guaçui, Espírito Santo, com raiz em Cachoeiro de Itapemirim. Jornalista, nascido em 1963, combativo, responsável por produção de notícias e artigos. Analista político. Evangelista. Advogado, casado com Cristiane Feu Rangel Vieira. Dois filhos: Jackson Rangel Vieira Júnior e Nayara Tristão Vieira. A Bíblia é sua regra de conduta e fé.

2 comentários em “O Casamento Não É Sagrado (I)

  1. errais em NÃO CONHECERDES AS ESCRITURAS. MARCOS 10;9. & MATEUS 19;6. são INDUBITÁVEIS… ABS. @clebersoccer

    Curtir

  2. Concordo plenamente com o que vc disse: O Corpo de Cristo carece, urgentemente, de mensagens salvíficas para as famílias em todas as suas formas, destruídas, reconstruídas e intactas, sem omitir a salvação que não faz acepção de pessoas. Mensagem difícil e dura para a Igreja com seus usos e costumes, dogmas e doutrinas. Jesus Criisto está acima de tudo isto!

    O divorcio e recasamento hoje pode ser comparado a quem tinha lepra , era considerado maldito!! Isto é lamentavel e esta’ destruindo muitas vidas que Cristo, chama pra si, pois qdo começam a frequentar a igreja, o fardo que Cristo tirou, os irmaos e a maioria dos lideres colocam em dobro.. Além da discriminaçao o sr d eixado de lado, nossa so’ quem passou e passa por isso pode saber do que falo… Peço a Deus que mude esta situaçao nas lideranças e mentes de irmaos e irmas.. Paz!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.