O PT de Cachoeiro-ES anseia pela minha não existência


Depois de ser processado pela cúpula do PT cachoeirense – deputado estadual Rodrigo Coelho; prefeito Carlos Casteglione; e o presidente do partido, José Irineu – , agora é a própria sigla que me conduz hoje ao banco de réu na condição de difamador. Ora, diante de tantos desmandos e roubalheira, sinto-me glorificado.

Bem verdade que, neste caso, uma ação sobreposta a outra, somente mudando o CPF do querelante para o CNPJ. Este é o partido das “liberdades”, defensor das pluralidades de ideais, que se aproveita da Justiça para tentar calar jornalista. Se eu difamo, cerca de 60% do País deveria se réu do mesmo crime. São ladrões do erário.

Para não valorizar muito este pessoal, recomendo a leitura do livro de Romeu Tuma Júnior – Assassinato de Reputações – um crime de Estado – .Ele relata atrocidades cometidas pelo PT, inclusive assassinato literal.

Enquanto a mim, nenhum processo me calará e nem homem algum!

Publicado por

Jackson Rangel

Jackson Rangel Vieira é Jornalista investigativo, analítico e opinativo no Espírito Santo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.