Vice-prefeita: “Virgem ou Prostituta”

“Virgem ou Prostituta?”

A nota oficial da vice-prefeita, Viviane Peçanha, emitida na semana passada, com conteúdo altamente suspeito contra a FOLHA DO ES, levanta dúvidas sobre sua conduta de moralidade pública, já que optou em se defender de denúncias, atacando a credibilidade do meio de comunicação com 20 anos de tradição no sul do Espírito Santo e o direito democrático de informar a gosto e a contragosto.

Quando um político, seja de que nível de cargo em exercício, decide processar jornalista em formato de mordaça ou desqualificar o veículo, algo está mais errado do que o informado sobre o protagonistas, geralmente, de escândalos. Ao desancar a FOLHA, com termos pejorativos ora de modo arrogante e ora por pura ignorância técnica, fica a dúvida da personagem política: “virgem ou prostituta?”.

Classificar a FOLHA de “tendenciosa” e “parcial”  é postura de uma possível “virgindade neófita” como agente pública de baixo conhecimento e de deformação neural. A FOLHA se enquadra de fato nos dois conceitos mencionados sem receio de qualquer contradito. A sua linha editorial é analítica e opinativa. Posiciona-se contra ou favor em relação ao factual. A vice não sabe respeitar imprensa opinativa em processo democrático de pluralidade de ideias. A FOLHA sempre terá opinião.

Quando diz na nota que a FOLHA DO ES está a serviço mercantilista deste ou daquele político, então age como “prostituta política” e desconhece a história do veículo investigativo e que mais vai para o enfrentamento contra poderosos de todas as cores. Credita-se à extensiva nota no conteúdo prolixo a uma assessoria de ínfima reputação, produzindo, assim, uma “orgia de ordem pública”, com consequências futuras impressíveis no corredor da banda podre da política capixaba.

Viviane Peçanha, em efêmera passagem na Prefeitura de Itapemirim, em substituindo o titular Luciano Paiva, por força do afastamento dele pela Justiça, tornou-se a prefeita mais rápida em praticar ilicitude, sendo objeto de investigação pela Câmara Municipal. A FOLHA tem o direito de informar quem são seu agentes públicos e , principalmente, suas ações, sejam positivas ou negativas. 

A vice-prefeita, na sua nota oficial, retirando a ignorância técnica do jornalismo moderno e destemido da FOLHA, comportou-se mais como “prostituta do que virgem política”. Já está infectada pelo vírus da corrupção que tem destruído o País. Jovem, porém está longe de ser uma estatista com honestidade de propósito de proteger o erário.

Agora que Viviane Peçanha deixa transparecer reações suspeitas como representante pública, eleita pelo povo, indiretamente, a FOLHA vai olhar com lupa suas atitudes aparentes, absolutas e subjetivas, sempre que o interesse coletivo estiver acima da prepotência e de atos títeres da mandatária contra os indefesos. Cuide das “viúvas” que dependem de cargos e vantagens. Elas estão famintas e podem cometer antropofagia, comendo Vossa Excelência viva, como indício já em desenvolvimento.

Por enquanto é só!

Recomendações em quem não votar nestas eleições

Por Jackson Rangel Vieira, jornalista

Não deu efeito aquelas tradicionais cartilhas de ONG e da Justiça Eleitoral, gastando fortunas, para conscientizar os eleitores em quem ou em qual perfil de candidato se deve votar. A corrupção endêmica turvou todo cenário e os personagens caíram na vala comum, exceções.

Partindo dessa premissa, orientação invertida pode surtir mais efeito, tipo, em quem não votar ou em qual perfil o leitor deve repudiar veemente. Para as eleições de prefeito e vereador, recomenda-se:

1 – Não vote em candidato do PT. Todos obedecem ao estatuto que constitui, praticamente, uma seita.

2 – Não vote em candidato que já foi condenado em quaisquer instância por improbidade;

3 – Não vote em candidato que deixou o mandato em licença para ser nomeado em comissão pelo Executivo.

4 – Não vote em candidato estrangeiro ou forasteiro que nunca morou nem 5 anos na sua cidade.

5 – Não vote em candidato que já mudou de partido mais de duas vezes e não ideologia própria.

6 – Não vote em candidato que representa classes opositoras – cooperativa, sindicados, associações –  aos interesse coletivo.

7 – Não vote em candidato em que não tenha lido e certificado a credibilidade do seu currículo.

8 – Não vote em candidato que pede seu voto oferecendo qualquer tipo de vantagem, do saco de cimento ao dinheiro.

9 – Não vote em candidato que gasta mais do que é a soma de todo seu salário enquanto no exercício da função. Está a serviço do financiador e vai roubar.

10 – Não vote em candidato para reeleição – a maioria está infectada – se existem postulantes honestos e capacitados, pedindo oportunidade para representá-lo.

Em Kennedy, a disputa será entre tio e sobrinha

As eleições na cidade de Presidente de Kennedy caminham para a disputa exclusiva entre a sobrinha, atual prefeita, Amanda Quinta Rangel (PSDB), e o seu tio, ex-prefeito, Reginaldo Quinta (PMDB). O pleito promete ser de baixo nível e “sangrento”, apesar dos laços sanguíneos.

A peculiaridade reside na suposta traição política sentida pelo tio que, na época impugnado eleitoralmente, estrategicamente, indicou ao seu partido na época (PTB) o nome da sobrinha poucos dias da eleição.

O resultado das urnas foi a vitória com folga, mas o grupo de Reginaldo foi relegado após sua prisão com vários aliados na denominada operação “Lee Oswald” na manhã do dia de abril de 2012. A partir de então, é guerra.

Pesquisas realizadas mostram equilíbrio entre os dois movimentos que mantém semelhança na postura administrativa no que concerne trabalhos de ações sociais. A diferença está entre a administração Robin Wood inverso de Reginaldo e a gestão contida no setor dentro da legalidade vigiada.

cats
A prefeita Amanda Quinta enfrenta o tio Reginaldo e Geovana Quinta

Importa informar, que mesmo não demonstrando vontade de disputar, o ex-prefeito Aloísio Correa (PR) não entrará na bola dividida. Só concorreria na desistência de seu ex-pupilo e sucessor Reginaldo Quinta e tendo apoio de, possibilidade remota.

Uma outra sobrinha, Geovana Quinta, que exerceu poder extremo no Governo de Reginaldo, é coordenadora dos movimentos mais ofensivos e ostensivos contra a prima. Não há limites morais, éticos e muitos menos políticos para se chegar ao objetivo.

Geovana não esconde sua obsessão de voltar à Prefeitura do Município com maior renda per capita do Espírito Santo com apenas cerca de 9.500 eleitores. A cidade é a “Arabia Saudita” da região petrolífera litorânea do Sul do Estado.

Por enquanto, as batalhas estão sendo travadas nas redes sociais com acusações pessoais de arrepiar o cabelo dos mais puritanos. Neste ano, da eleição, essa luta vai se estender em outras fronteiras, com certeza. As baixas dos “exércitos” são incertos.

Confira os cachês dos cantores gospel em 2015

ALINE BARROS ————————        R$ 85.000,00*
FERNADINHO —————————   R$ 85.000,00*
DIANTE DO TRONO ——————-            R$ 85.000,00*
THALLES ROBERTO ——————-           R$ 80.000,00*
RENASCER PRAISE ——————–          R$ 75.000,00
ANDRÉ VALADÃO ———————         R$ 65.000,00*
DAVI SACER —————————– R$ 50.000,00
LÁZARO “EX OLODUM” ————–              R$ 50.000,00
BRUNA KARLA ————————–    R$ 45.000,00**
DAMARES ——————————- R$ 45.000,00**
REGIS DANESE ————————–   R$ 35.000,00
CASSIANE ——————————- R$ 35.000,00**
ANDERSON FREIRE ———————       R$ 35.000,00**
FERNANDA BRUM ———————-       R$ 30.000,00**
JOTTA A ——————————— R$ 30.000,00       OFICINA G3 —————————— R$ 30.000,00*
MARA MARAVILHA ——————–         R$ 30.000,00**
MARIANA VALADÃO ——————           R$ 25.000,00**
LUDMILA FERBER ———————-      R$ 25.000,00
KLEBER LUCAS ————————–  R$ 25.000,00
MARQUINHOS GOMES —————-            R$ 25.000,00
SORAYA MORAES ———————-       R$ 23.000,00**
PEDRAS VIVAS ————————–   R$ 20.000,00
ALDA CÉLIA —————————– R$ 20.000,00**
EYSHILA ——————————– R$ 20.000,00**
PG ————————————- R$ 20.000,00
LAURIETE ——————————- R$ 20.000,00**
NANI AZEVEDO ————————–  R$ 20.000,00**
NÍVEA SOARES ————————–   R$ 18.000,00**
HELOÍSA ROSA ————————–   R$ 15.000,00**
PAMELA ———————————R$ 15.000,00
LIVRES – JULIANO SON —————–         R$ 15.000,00**
CHRIS DURAN —————————-R$ 15.000,00
JAMILY ———————————-R$ 15.000,00
CRISTINA MEL —————————  R$ 15.000,00**
GISELE NASCIMENTO——– ———-          R$ 15.000,00**
ASAPH BORBA —————————  R$ 15.000,00**
ELAINE DE JESUS ———————–      R$ 14.000,00**
DANIELA ARAÚJO ———————–     R$ 14.000,00**
LYDIA MOISÉS —————————  R$ 12.000,00**
ADHEMAR DE CAMPOS —————             R$ 12.000,00**
JOZYANNE ——————————-R$ 12.000,00**
MICHELLE NASCIMENTO ————-              R$ 12.000,00**
RAYSSA E RAVEL ———————–      R$ 10.000,00**
ALEX GONZAGA ————————     R$ 10.000,00
LÉA MENDONÇA ————————-  R$ 10.000,00**
ANDREA FONTES ————————   R$ 10.000,00**
GABRIELA ROCHA ———————–   R$ 10.000,00**
LEONARDO GONÇALVES ————–            R$ 10.000,00**
ISRAEL SALAZAR ————————   R$ 8.000,00**
OS ARRAIS ——————————  R$ 8.000,00**