Quem reza por Satanás?

Jesus vs Satanas

Estive pensando sobre o amor e misericórdia infinita de Deus. Cheguei a um ponto desse pensar que muito me estremeceu em dúvidas. Se a natureza do Criador de todas as coisas, criaturas, seres racionais e irracionais, de criaturas como o diabo e seus anjos, porque condenação eterna, sem absolvição para os inimigos Dele? O Supremo não tem onipotência para refazer o vaso estragado em vaso novo? Restaurar a origem do bem na plenitude?

Por que nunca foi ensinado nas catequeses católicas e escolas bíblicas evangélicas a orar em favor dos destinados ao inferno como a Bíblia prega em do e piedade aos que a tem como regra de conduta e fé? A resposta para quem não deseja racionalizar o questionamento pode ser simples e rápido: Porque Ele é Deus e decidiu e está decidido!

WahtSap anuncia o fim da família sem divórcio

O novo aplicativo de criptografar conversas entre duas pessoas no WhatsAp, tem o aspecto da segurança, por parte do Facebook, cujo um dos diretores chegou a ser preso, por não obedecer ordem judicial, mas serve com mais presteza para ocultar traições e adultérios que aumentarão sobremaneira o que já estava estratosférico.

A formula

WhatSap criptografado decreta fim das uniões tradicionais com velocidade imensurável

whatsapp-app-630

O novo aplicativo de criptografar, anunciado hoje (05) das conversas entre duas pessoas no WhatsAp tem o aspecto da segurança,em favor do Facebook que deve um dos diretores presos recentemente por não obedecer ordem judicial de abrir o banco de dados do messenger, mas serve com mais presteza para ocultar traições e adultérios que aumentarão sobremaneira o que já estava estratosférico.

Agora, duas pessoas cansadas da rotina do casamento tradicional, impelidos pela magia ilusionista das redes sociais, podem praticar com mais facilidade o hedonismo mais célere e rotativo do que registra a história, muito além do imaginário de Sodoma e Gomorra. A nova geração, a partir dessa primeira invenção protetória, o prazer ilícito pode ser praticado com impunidade social e sem maior peso da culpa.

Estamos perto do Armagedom. Não no sentido estrito da religião. Mas, da luta já perdida com a velha criatura, sem compromisso com o matrimônio e a já avacalhada promessa “até que a morte nos separe”.  Agora, é melhor trocar o compromisso em palavras no altar por “Até que o WhaTsAp nos separe”.