Amaro Neto, a arma de PH, para implodir Ricardo


O deputado populista Amaro Neto (SD) poderá ser a arma secreta do governador Paulo Hartung (PMDB) para exterminar de vez com a mais alta patente da dinastia Ferraço no Espírito Santo. A vítima da dissimulação seria Ricardo Ferraço (PSDB) que não conseguiu se desvencilhar da dependência do PH.

Hartung ensaia, com jeitinho, o lançamento do apresentador de programa ao Senado que tem grande apelo popular e eleitoral na Grande Vitória. E como existe a escolha dos dois votos para o Senado, por incrível que pareça, Amaro Neto produz um tipo de arrasa quarteirão no eleitorado do peemedebista no epicentro urbano do ES.

No segundo o ou no primeiro voto, o senador Magno Malta (PR), ou populista, não é afetado na estratégia do governador. Como diria o cronista, os populistas se atraem.  Infelizmente, mesmo diante da excelente performance do senador Ricardo Ferraço em nível nacional, pode ser rifado pelo populismo tacanho.

OKADEVSLF2016031817011818032016
Amaro Neto pode ser conduzido pelas mãos de PH ao Senado, extraindo do eleitorado de Ricardo

Publicado por

Jackson Rangel

Jackson Rangel Vieira, brasileiro, natural de Guaçui, Espírito Santo, com raiz em Cachoeiro de Itapemirim. Jornalista, nascido em 1963, combativo, responsável por produção de notícias e artigos. Analista político. Evangelista. Advogado, casado com Cristiane Feu Rangel Vieira. Dois filhos: Jackson Rangel Vieira Júnior e Nayara Tristão Vieira. A Bíblia é sua regra de conduta e fé.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.