Jornalistas denunciam Odebrecht no ES


Os jornalistas Toninho Carlos e Jackson Rangel Vieira se unem para propor ações em conjunto com objetivo de não deixar passar indiferente as ilegalidades envolvendo a Odebrecht em Cachoeiro de Itapemirim, única unidade instalada no solo do Espírito Santo. Ela opera no mesmo modus operandis da sede nacional, denunciado pela Lava Jato.

A prova mais real foi a delação de um dos seus diretores de como funcionava a filial cachoeirense nas transações de Caixa 2 e propina, envolvendo o ex-prefeito Carlos Casteglione, o advogado José Irineu e o deputado Rodrigo Coelho, na época, todos do PT, chamados na lista de “Os Gaviões”.

Hoje, o parlamentar Rodrigo Coelho se encontra escondido no PDT para fugir do DNA defeituoso do PT. Segundo a delação, as conversas com o prefeito da época e com o advogado eram no sentido de recolher a propina para atender o plano de poder político do partido.

Publicado por

Jackson Rangel

Jackson Rangel Vieira, brasileiro, natural de Guaçui, Espírito Santo, com raiz em Cachoeiro de Itapemirim. Jornalista, nascido em 1963, combativo, responsável por produção de notícias e artigos. Analista político. Evangelista. Advogado, casado com Cristiane Feu Rangel Vieira. Dois filhos: Jackson Rangel Vieira Júnior e Nayara Tristão Vieira. A Bíblia é sua regra de conduta e fé.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.