Prisão do casal Garotinho e de Ministro do transporte pode atingir Magno Malta


Anthony Garotinho e Rosinha Foto: Divulgação

Os ex-governadores do Estado do Rio de Janeiro, Anthony e Rosinha Garotinho, foram presos na manhã desta quarta-feira (22) pela Polícia Federal.

Rosinha e Garotinho são acusados, com mais seis pessoas, de integrarem uma organização criminosa que arrecadava recursos de forma ilícita com empresários para financiar as próprias campanhas eleitorais e a de aliados. O método incluía extorsão.

Além disso, também são acusados de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e crime eleitoral (por terem omitido doações nas prestações de contas). Também há mandado de prisão contra o ex-ministro dos Transportes Antônio Carlos Rodrigues, presidente nacional do PR. A investigação aponta que ele teria intermediado o repasse ilícito à campanha de Garotinho em 2014.

Com a prisão do ministro, ligado ao PR, havendo desdobramento, pode-se chegar ao senador Magno Malta, do mesmo partido, que sempre teve influência no Ministério, através do DENIT no Espírito Santo e Bahia.

Publicado por

Jackson Rangel

Jackson Rangel Vieira, brasileiro, natural de Guaçui, Espírito Santo, com raiz em Cachoeiro de Itapemirim. Jornalista, nascido em 1963, combativo, responsável por produção de notícias e artigos. Analista político. Evangelista. Advogado, casado com Cristiane Feu Rangel Vieira. Dois filhos: Jackson Rangel Vieira Júnior e Nayara Tristão Vieira. A Bíblia é sua regra de conduta e fé.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.