Governo do Estado, Ministério Público e Judiciário são cúmplices na cidade sem lei que virou Cachoeiro-ES


assalto-a-onibus-12
Gestante não resistiu ao tiro e morreu no Hospital 

Assaltos diários. Tentativas de homicídios frequentes. Criminalidade desenfreada. A lei do mais forte como nos tempos primitivos. Lembra os filmes de faroestes sem herói, neste caso. A Polícia Militar foi destruída pelo governador Paulo Hartung (PMDB).  Os capixabas estão sob a própria sorte.

O tiroteio de hoje, por volta das 15h00, com um policial civil ferido e uma gestante morta na tentativa de assalto a ônibus, deu para ilustrar o quadro nefasto em que se encontro a Segurança Pública do Espírito Santo. Cachoeiro de Itapemirim, aonde aconteceu a tragédia, é o melhor exemplo do caos.

O Ministério Público exagera no preciosismo desarmando a Guarda a quase dois anos, com a sanção do Poder Judiciário. No momento mais negro e aterrorizando, fevereiro de 2017, quando a bandidagem fez a festa com quase 300 mortos em 3 dias, saques e terrorismo psicológico, a Guarda Civil de Cachoeiro foi convocada e foi competente.

Há menos de 24 horas do governador Paulo Hartung (PMDB) assinar no Palácio Anchieta convênio para treinamento exigido Judiciário com o prefeito Victor Coelho e com chancela do deputado estadual Rodrigo Coelho (PDT), os bandidos apresentaram suas credenciais.

Os criminosos sabem da inoperância da Polícia Militar, sem pontos de apoios e efetivo ínfimo; e de uma guarda desarmada , preparada, mas desarmada. Cada morte e sofrimento advindo da insegurança pública deve ser depositada na conta do governador, da promotoria e dos juízes.

O Natal ,dos cachoeirenses e capixabas, não está iluminado e o Papai Noé fugiu de medo.

Publicado por

Jackson Rangel

Jackson Rangel Vieira, brasileiro, natural de Guaçui, Espírito Santo, com raiz em Cachoeiro de Itapemirim. Jornalista, nascido em 1963, combativo, responsável por produção de notícias e artigos. Analista político. Evangelista. Advogado, casado com Cristiane Feu Rangel Vieira. Dois filhos: Jackson Rangel Vieira Júnior e Nayara Tristão Vieira. A Bíblia é sua regra de conduta e fé.

Um comentário em “Governo do Estado, Ministério Público e Judiciário são cúmplices na cidade sem lei que virou Cachoeiro-ES

  1. Enquanto o povo estiver elegendo políticos de partidos com ideologias tipo PT,PSOL, PCdoB, que só pensam em resguardar os Direitos Humanos de bandidos, nosso povo ficará refém dos bandidos que tomaram o Palácio do Planalto e nossas ruas. Pergunta para família de alguma vítima destes bandidos se alguém dos Direitos Humanos foram procurá-los para ver se precisam de ajuda? O próprio governo financia estes protetores de bandidos. Nossa única esperança está nas próximas eleições presidenciais de 2018. Qual o único político que não se envolveu em corrupção e, que detesta bandidos? É nele que encontramos uma esperança, pois de bandidos no poder já estamos cansados. O povo não aguenta mais e vai eleger Jair Bolsonaro Presidente do Brasil!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.