Vereador de Itapemirim denuncia relação incestuosa entre Prefeitura e Rádio


Captura de tela 2018-02-18 11.05.27

Na última sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Itapemirim-ES, ecou uma voz destemida contra as mazelas do Município e a relação incestuosa entre a Prefeitura e a Rádio Litorânea. Rogerinho (PCdo B) não poupou palavras.

“Recebendo R$ 800 mil da Prefeitura fala-se mal até da mãe, de mim que não sou da base aliada é que não vão elogiar. Enquanto gasta-se essa fortuna com a emissora, o hospital Santa Helena está morrendo”, bradou o parlamentar.

Rogerinho revelou que várias comunidades estão abandonadas, inclusive a dele por perseguição política. Mas avisou: “ainda não me considero oposição, ainda não, mas posso vir a ser”, frisou. Veja o vídeo de sua fala completa da tribuna da Câmara:

Publicado por

Jackson Rangel

Jackson Rangel Vieira, brasileiro, natural de Guaçui, Espírito Santo, com raiz em Cachoeiro de Itapemirim. Jornalista, nascido em 1963, combativo, responsável por produção de notícias e artigos. Analista político. Evangelista. Advogado, casado com Cristiane Feu Rangel Vieira. Dois filhos: Jackson Rangel Vieira Júnior e Nayara Tristão Vieira. A Bíblia é sua regra de conduta e fé.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.