Todos políticos “orados” por Magno Malta caíram em abismo de desgraça


oracao-de-magno-malta-por-jair-bolsonaro
Oração de Magno Malta já levou muitos políticos à completa desgraça

O político Magno Malta (PR-ES) foi rejeitado pelos capixabas nestas eleições com um sonoro basta, porque já conhecem sua alma dissimulada em nome de Deus.

Magno Malta, no mesmo ritual praticado a pedido do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), praticou essa “unção” em favor de alguns políticos marginais da política.

São eles: o ex-governador do ES José Ignácio Ferreira (PSDB), condenado por corrupção; o ex-presidente da Assembléia Legislativa, José Carlos Gratz, preso e acusado de chefe do crime organizado do Espírito Santo e repassador de mensalão ao republicado.

Outros: Orava sem parar pelo prisão afora para “desdemonizar” o ex-presidente Luiz Inácio Lula nas duas campanhas. Condenado e preso; ex-presidente Dilma Roussef (PT), afastada.

A sorte de Bolsonaro que não o conhece como os capixabas e que o destino o lhe livrou do republicano ser seu vice.

O recomendável ao presidente é que recomende um pastor não “astro gospel” , anônimo, ore por ele, para verdadeira ungi-lo, desfazendo o ritual de uma “falso profeta”.

Publicado por

Jackson Rangel

Jackson Rangel Vieira é Jornalista investigativo, analítico e opinativo no Espírito Santo.

2 comentários em “Todos políticos “orados” por Magno Malta caíram em abismo de desgraça

  1. Fala Jackson, muito útil o conteúdo apresentado por seu blog! Já estou te seguindo! Se puder entrar, e dar uma olhada em meu blog também.. Faço posts jornalísticos diversificados!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.