Agente do Governo do ES estava em missão na China em outubro de 2019

A China vem dominando o mundo. Só no primeiro trimestre deste ano cresceu 18% no seu PIB. Nenhum País cresceu tanto. Tem razão para isso. Com mão de obra barata, vem avançando no Ocidente e dominando várias áreas de produção e serviço, como a Tecnologia. Em plena pandemia que surgiu de lá.

Pode ser uma baita coincidência ou visão privilegiada, mas em outubro de 2019, o então sub secretário do Governo do Espírito Santo, Ricardo Pessanha, foi em missão além das muralhas da China em nome dos capixabas. Não se sabe que resultado trouxe dessas relações com os chineses.

O que se sabe da China, neste momento, é seu domínio em tecnologia pela multinacional DAHUA em solo espiritossantense acusada de montar, justamente, em meado de 2019, a licitação de R$ 140 milhões do Detran-ES e também em outros estados brasileiros.

Aposto à parte, Ricardo Pessanha veio à luz no mercado político, recentemente, quando a pedido ou não “convidou” o deputado estadual do PSB, Sérgio Majeski, para se retirar do partido do governador Renato Casagrande em quase um ataque de fúria porque o parlamentar quer investigar a empresa chinesa DAHUA. Pode ser ato falho ou não!

Ricardo Pessanha em missão do governo capixaba na China