Prefeitos do litoral sul do ES estão desafiando o MP e a Justiça

Corrupção-660x330

Os gestores do litoral sul do ES estão desafiando o Ministério Público e o Poder Judiciário. As farras de shows superfaturados, ilícitos de todas as ordens, gastança do erário sem critério, deixando as áreas da Saúde, da Educação e da Segurança, são pontos alimentados na confiança da impunidade.

Em presidente Kennedy-ES, o Tribunal de Contas já condenou obras superfaturadas em período eleitoral e fora dele. A Saúde está em frangalhos. A Educação é uma vergonha. O povo pobre com a renda per capita acima de qualquer município brasileiro, com apenas 11 mil habitantes. Amanda Quinta (PSDB) não manda nada. Manda o noivo.

Em Marataízes, o prefeito Tininho (PRP) – que no sul do País tem significado de pequeno ladrão ou ladrãozinho – desafia até a lei da gravidade com o dinheiro público. Gasta milhões em cada ação com shows, rádio e prestadores de serviços, sem mencionar a utilização de laranjas para pegar empréstimo para sua campanha vitoriosa de 2016.

Em Itapemirim, Thiago Peçanha se sente a cima do bem e do mal. A vergonha está aos olhos visto em pleno meio dia. O nepotismo; favorecimento a parentes como prestadores de serviços; denúncias em quase todas as áreas, atingiram nível acima do que se vê no País. A sua  permanecer no cargo é ínfima se considerar que a justiça valeu para o prefeito afastado e valerá para ele como prefeito tampão.

Observar que o mais próximo instrumento fiscalizador do Município deveria ser a Câmara de Vereadores que não cassa ninguém por ser quinta do Executivo com muitos cargos e obras fisiológicas envolvidas.

 

Thiago Peçanha libera R$ 800 mil para um só meio de comunicação. Sem vergonha!

microphone-1209816_960_720

A safadeza, com o dever do Ministério Público investigar, não cessa na Prefeitura Municipal de Itapemirim-ES. O prefeito teve a coragem de publicar no Diário Oficial do dia 5 a ata de registro que destina R$ 788.502,00 para uma única emissora de rádio, aquela, a Litorânea, cuja razão social atende pelo nome de Rádio Marataízes FM LTDA.

No ano passado não foi diferente em valor similar. A emissora vence pela ata de registro, modalidade de licitação que permite o prefeito gastar durante ano os valores por ele desejado. Contudo, a suspeita é de lavagem de dinheiro para através da empresa fazer outros pagamentos, até meios de comunicações locais, como se fosse uma agência.

Só para se ter a ideia do absurdo do valor para um único meio de comunicação com audiência questionável no litoral, a quantia é quase o correspondente a do orçamento da Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim de 2018 para todos os veículos. Os proprietários da rádio são de campos, com ligação próxima do ex-governador Antony Garotinho (PR).

Veja o diário:

litorânea

Projeto Mais Saúde se destaca nos municípios do sul do Espírito Santo

WhatsApp Image 2018-02-10 at 10.30.53
Equipe atua na orla de Itaóca e Itaipava oferecendo atendimento na Saúde

Na manhã deste sábado (10), o secretário de saúde de Itapemirim,Júlio César Carneiro, percorreu as tendas da saúde na orla de Itaipava e Itaoca.

O município do litoral sul capixaba aparece inovando em mais uma medida na área da saúde, sendo o único no Estado a disponibilizar para população e turistas, uma tenda em cada praia com equipe médica de plantão.

São três tendas climatizadas com médico, enfermeiros e técnicos de enfermagem para realizarem o atendimento preventivo e primário, além de uma ambulância de suporte avançado, com UTI móvel, para encaminhar os casos mais graves para o Hospital Menino Jesus.

Durante a semana os atendimentos são realizados de 08 às 16horas, já nos finais de semana as tendas funcionam 24horas com apoio de equipes de segurança, Polícia Militar e Guarda Municipal.

Outra medida adotada pelo Município foi a escala de guarda vidas, também no período noturno, quando moradores e turistas, neste período de intenso calor, também se refrescam no mar, durante a noite.

Ex-vereador de Marataízes denuncia secretário do Meio Ambiente ao MP e TC-ES

IMG_4096
Ex-vereador Francisco Brandão oficializou as denúncias nos órgãos competentes

O ex-vereador de Marataízes, Francisco Pereira Brandão, mesmo sem mandato, fiscaliza os atos dos agentes públicos de seu Município. Ele denunciou o secretário do meio Ambiente, Antônio Carlos Sader Santana, o Tunicão, por práticas criminosas ao construir é área ambiental, sem licença, às margens da lagoa Guanandy do município vizinho, Itapemirim, sul do ES.

As denúncias do ex-vereador foram baseadas na matéria publicada pela FOLHA DO ES e protocoladas na Prefeitura de Marataízes, Ministério Público e Tribunal de Contas requerendo sindicâncias e diligências, se no caso, punição imediata ao secretário do Meio Ambiente que até hoje não apresentou nenhuma documentação que comprove sua inocência.

Inclusive, o secretário da mesma área do município de Itapemirim se manifestou em sua página oficial anunciando que providências seriam tomadas. Não se sabe quais, até o presente momento.

tces

Entenda o caso: Clique Aqui

Lagoa-Guanandy-6-1024x576
Lagoa Gualandy que apresenta fenômeno natural que a faz ter águas mais azuis

Continua a “sujeira” na Prefeitura de Itapemirim-ES no serviço de limpeza

img-20150331-wa0005_1
 A Prefeitura de Itapemirim licitou a empresa Liderança Conservação e Limpeza para manutenção das escolas da Rede Municipal. Um valor milionário. A empresa é de Santa Catarina com filial em Vitória.
A empresa tem simplesmente cerca de 3 mil processos trabalhistas. Só pode ter sujeira no negócio.
Enquanto isso, na cidade vizinha, a  Prefeitura de Marataízes quer terceirizar uma UPA recém construída. Tem treta na história e o TRE pode cassar Tininho por crime eleitoral.