Vitória, capital, está entre os centros urbanos mais violentos do mundo

O Brasil é o país com o maior número de cidades entre as 50 áreas urbanas mais violentas do mundo, segundo ranking divulgado nesta semana pela organização de sociedade civil mexicana Segurança, Justiça e Paz, que faz o levantamento anualmente com base em taxas de homicídios por 100 mil habitantes (veja lista completa abaixo).

violencia-greve-espirito-santo-vitoria-20170207-0014
Vitória, capital do ES, e suas mortes violentas

As 50 cidades mais violentas do mundo

Posição Cidade País Homicídios Habitantes Taxa (por cada mil habitantes)
1 Los Cabos México 365 328.245 111,33
2 Caracas Venezuela 3.387 3.046.104 111,19
3 Acapulco México 910 853.646 106,63
4 Natal Brasil 1.378 1.343.573 102,56
5 Tijuana México 1.897 1.882.492 100,77
6 La Paz México 259 305.455 84,79
7 Fortaleza Brasil 3.270 3.917.279 83,48
8 Victoria México 301 361.078 83,32
9 Guayana Venezuela 728 906.879 80,28
10 Belém Brasil 1.743 2.441.761 71,38
11 Vitória da Conquista Brasil 245 348.718 70,26
12 Culiacán México 671 957.613 70,10
13 St. Louis Estados Unidos 205 311.404 65,83
14 Maceió Brasil 658 1.029 63,94
15 Cape Town África do Sul 2.493 4.004.793 62,25
16 Kingston Jamaica 705 1.180.771 59,71
17 San Salvador El Salvador 1.057 1.789.588 59,06
18 Aracaju Brasil 560 951.073 58,88
19 Feira de Santana Brasil 369 627.477 58,81
20 Juárez México 814 1.448.859 56,16
21 Baltimore Estados Unidos 341 614.664 55,48
22 Recife Brasil 2.180 3.965.699 54,96
23 Maturín Venezuela 327 600.722 54,43
24 Guatemala Guatemala 1.705 3.187.293 53,49
25 Salvador Brasil 2.071 4.015.205 51,58
26 San Pedro de Sula Honduras 392 765.864 51,18
27 Valencia Venezuela 784 1.576.071 49,74
28 Cali Colômbia 1.261 2.542.876 49,59
29 Chihuahua México 460 929.884 49,48
30 João Pessoa Brasil 554 1.126.613 49,17
31 Obregón México 166 339.000 48,96
32 San Juan Porto Rico 169 347.052 48,70
33 Barquisimeto Venezuela 644 1.335.348 48,23
34 Manaus Brasil 1.024 2.130.264 48,07
35 Distrito Central Honduras 588 1.224.897 48
36 Tepic México 237 503.330 47,09
37 Palmira Colômbia 144 308.669 46,65
38 Reynosa México 294 701.525 41,95
39 Porto Alegre Brasil 1.748 4.268083 40,96
40 Macapá Brasil 191 474.706 40,24
41 Nueva Orleans Estados Unidos 157 391.495 40,10
42 Detroit Estados Unidos 267 672.795 36,69
43 Mazatlán México 192 488.281 39,32
44 Durban África do Sul 1.396 3.661.911 38,12
45 Campos de Goytacazes Brasil 184 490.288 37,53
46 Nelson Mandela Bay África do Sul 474 1.263.051 37,53
47 Campina Grande Brasil 153 410.332 37,29
48 Teresina Brasil 315 850.198 37,05
49 Vitória Brasil 707 1.960.213 36,07
50 Cúcuta Colômbia 290 833.743 34,78

Cachoeiro-ES virou terra de faroeste. Tráfico domina maioria dos bairros

WhatsApp Image 2018-01-18 at 00.30.03
Ousadia: Os próprios bandidos fazem self no momento em que matam desafetos

No início da madrugada de quinta, troca de tiros no bairro Boa Vista, com bandidos fortemente armados, mataram um desafeto de nome Guilherme Silva. Rixa de tráfico tem sido uma constante em Cachoeiro de Itapemirim-ES até com toque de recolher.

A situação é calamitosa. A Polícia Militar trabalha em condições precárias e não consegue fazer o policiamento preventivo e ostensivo por desestruturação da Instituição pelo Governo do Estado desde à paralisação da categoria em fevereiro de 2017.

A questão da Segurança Pública no Espírito Santo continua grave na crescente com domínio do tráfico na grande parte dos bairros mais carentes. Os policiais chegam, sempre, apenas para o procedimento padrão de registro pré-inquérito.

 

A Segurança é uma porcaria porque prevalece a cultura da violência e o Estado é conivente

andre-garcia
Para o secretário do ES, André Garcia, a culpa é da crise econômica

No Brasil, a Segurança Pública é dever do Estado (federal e estadual). A maior falácia constitucional. Engodo que mata centenas de brasileiros diáriariamente. Com isso, a cultura da violência, do crime banal ao qualificado, sobressai aos planos e projetos do Estado.

O maior problema é que a vítima cai dura ou sofre todo tipo de agressão no Município. O Estado é fictício. Logo, a polícia municipal ou metropolitana seria o caminho mais rápido para desfazer o quadro e a sensação de que a maus tem vencido os bons.

Municipalizar as política, prepará-la com salários dignos e com plano de cargos – diferente do militarismo – exige divisão do bolo tributário em de acordo com a produção de impostos do Município e até subsídio, com apoio logístico e de inteligência das demais corporações.

O Espírito Santo, por exemplo, está em qualquer estatística entre os 5 mais violentos do Brasil: contra mulheres, contra jovens e tipificações em geral, pois as guardas municipais estão desarmadas e as polícias sendo desmanteladas, gradualmente. ,

Sem municipalização da segurança e a tímida aplicação de recursos no setor, tudo que se debater no destino em tela será como discutir o sexo dos anjos. 160 pessoas são assassinadas por dia no Brasil. Não tem nem espaço para se falar sobre política carcerária.

O secretário André Garcia tem a mesma retórica que virou senso comum: a causa é a crise e insuficiência de investimento na área. Ora, então não seja candidato a deputado federal se não conseguiu melhorar um Estado com sobra de caixa e pequeno em território como o Espírito Santo.

É mais seguro conversar nas redes sociais. O bandido é virtual.